NOSSA PÁGINA

sábado, 11 de setembro de 2010

Calango-cobra(Diploglossus lessonae Peracca, 1890. ); Fauna do RN.































Imagine que você estar cavando num terreno e de repente surgisse no solo esse lagarto,o que que faria? matava-o? saia do local dizendo para as pessoas que ali ocorre um "lagarto venenoso", ou coletava-o para saber realmente se esse réptil é venenoso ou não, através de um especialista? Não sei qual a sua resposta,mas o fato é que, recentemente um homem da zona rural da comunidade de Pium,município de Nísia Floresta,Rio Grande do Norte, ao manipular o solo viu um lagarto dessa espécie,coletou-o e posteriormente descobriu através de sua filha(bióloga) que esse animal é totalmente inofensivo para o ser humano. Infelizmente muitas pessoas no Brasil continuam acreditando que algumas espécies de "lagartos"como esse, que ocorrem no país são venenosos. o que é uma grande mentira! No Brasil não existe nenhuma espécie de lagarto(definição comum) venenoso. Em relação ao Diploglossus lessonae, a crença de que ele é venenoso, deve ter surgido pelo fato de que quando tem pressa, ele mantém as patas bem juntas do corpo e, com movimentos laterais do corpo roliço, desliza pela areia como se fosse uma cobra. Essa espécie é conhecida popularmente como Calango-cobra,Lagarto-coral e Briba e cientificamente como Diploglossus lessonae. É o único representante da família Anguidae no bioma de Catinga. Os filhotes dessa espécie apresentam o corpo totalmente rajado com listras brancas e pretas. Quando adulto,apresentam um colorido castanho,com o ventre avermelhado e a cabeça levemente amarelada. É bom observar que, a coloração jamais deve ser considerada, como uma característica importante na identificação de espécies de lagartos.O Calango-cobra pode ser encontrada no nordeste do Brasil, tanto no ambiente quente e seco das caatingas, como no ambiente mais fresco e úmido da Mata Atlântica, e alimenta-se principalmente de minhocas, insetos, aranhas e até mesmo de escorpiões, o que faz desse lagarto um grande aliado das pessoas. Distribuem-se geograficamente na região nordeste e sudeste do Brasil. Espécie fossorial de atividade diurna. Forrageador ativo do tipo "cruise"(desloca-se mais lentamente durante o forrageamento). Quanto a reprodução é ovípora,alcança 30cm de comprimento, e pode viver aproximadamente 10 anos.

REFERÊNCIAS:


Fonte: Universidade Regional do Cariri – URCA CADERNOS DE CULTURA E CIÊNCIA Vol. 1- Nº 1 novembro de 2007.
Disponível em: http://www.zoologico.sp.gov.br/animaisdozoo/umvovomuitosacudido.htm Acesso em: 11/09/2010.

Crédito das fotos: http://www.repteisdacaatinga.hpg.ig.com.br/reprod_diploglossus.htm Acesso em: 11/09/2010.

Disponível em:http://www.repti.net/reptile_images/mediasearch/image/results_alla.php?offset=0&searchterm=Diploglossus+lessonae&family=15 Acesso em: 11/09/2010. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Muito boa a matéria, simples e informativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alan, fico feliz com sua participação no blog.

      Muito obrigado!

      Sucesso e paz!!!

      Excluir
  2. Bom, essa matéria me ajudou muito, pois eu encontrei um desses carinhas no jardim de casa e fiquei mto curioso em saber de ql espécie se tratava. Por fim consegui o que queria, vlw!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Unknown, fico feliz com sua participação no blog.

      Satisfeito em saber que o post acima lhe foi útil.

      Muito obrigado!

      Sucesso e paz!!!

      Excluir