NOSSA PÁGINA

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Aroeira Myracrodruon urundeuva (Allemão); Flora do RN


Planta conhecida popularmente como: Aroeira,Aroeira preta,Aroeira da Serra,Aroeira do Campo,Aroeira do sertão,Aroeira Verdadeira,Aroeira do Campo,Aroeira do Ceará,Aroeira vermelha,Árvore da arara,entre outros. Mas cientificamente ela recebeu o nome de Myracrodruon urundeuva Allemão. Essa espécie pertence a família Anacardiaceae, que possui representantes bem conhecidos por nós, como Cajueiro, Mangueira,Cajá,Imbuzeiro, entre outros.
A distribuição geográfica dessa espécie no Brasil, se dá nos seguintes estados: Alagoas,Bahia,Ceará,Espírito Santo,Goiás,Maranhão,Mato Grosso,Mato Grosso do Sul,Minas Gerais,Paraíba,Paraná,Pernambuco,Piauí,Rio Grande do Norte,Rio Grande do Sul,Rio de Janeiro,Santa Catarina,São Paulo,Sergipe eTocantins. A Aroeira é uma árvore de tronco alto,linheiro,às vezes com mais de 1m de diâmetro, encimada por larga copa, formada de ramos flácidos. Apresenta folhas alternas,imparipinadas, com 5-7 pares de folíolos. Suas flores formam inflorescências do tipo panícula. Seus frutos são drupas pequenas.

 É uma planta perenifólia,ou seja, suas folhas são perenes, mantendo-se durante todo o ano,sendo considerada uma planta resistente a seca. Sua madeira de cerne roxo-escuro, difícil de ser trabalhada, para construção civil, esteios, dormentes, vigamentos, postes,estacas,caibros, também serve como lenha para fazer carvão. 
 Cascas balsâmicas e hemostáticas, usadas contra as doenças das vias respiratórias, do aparelho urinário, nas hemoptises e metrorragias. Pelo seu elevado teor em tanino, são aproveitáveis na indústria de curtume. A resina é medicamento muito utilizado pelos sertanejos, como tônico e nos casos em que se usam as cascas. As folhas maduras passam por forrageiras. A Aroeira é típica de vegetação de Caatinga,Caatinga árborea,Cerradão e Cerrado,sendo encontrada principalmente nas regiões agreste e sertão do nosso estado,Rio Grande do Norte.

REFERÊNCIAS:
Renato Braga.Plantas do nordeste,especialmente do Ceará. Fortaleza:coleção mossoroense-volume XLII,1996. Pg. 49.

Disponível em:>http://www.cnip.org.br/bdpn/ficha.php?cookieBD=cnip7&taxon=124 < Acesso em: 23/12/2010.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário