NOSSA PÁGINA

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Peixe Voador Exocoetus volitans(Linnaeus,1758);Fauna do RN












    Peixe conhecido popularmente como:Voador,Voador de pedra, Voador do fundo, Coió,Cajaleó,Voador cascudo, mas cientificamente seu nome é Exocoetus volitans. Essa espécie pertence a família Exocoetidae, família típica dos peixes conhecidos popularmente como Voadores.  













     A coloração desse peixe é dorso azul esverdeado escuro,flancos prateados e ventre claro;nadadeira dorsal pigmentada. seu corpo é alongado e fino. Possuem seis séries(fileiras) de escamas entre a nadadeira dorsal e a linha lateral,que está situado junto ao ventre;caudal furcada, com o lobo inferior mais desenvolvido. Atinge o comprimento de 25 centímetros. Ocorre nas águas tropicais e subtropicais de praticamente todos os oceanos. No Brasil,ocorre por toda costa. Seu habitat: pelágico costeiro e oceânico,vive e nada ativamente próximo da superfície. São encontrados em grandes cardumes.  
 











    
         Através da propulsão de sua nadadeira caudal bem desenvolvida, o voador ganha velocidade, sai da água e plana com a ajuda do vento utilizando suas grandes peitorais. Esses "vôos", que duram alguns segundos, suficientes para percorrer até 100 metros de distância, ocorrem normalmente quando o cardume está sendo perseguido pelos predadores pelágicos, como atuns,dourados e marlins. No entanto, ao sair de dentro da água, o voador arrisca-se a ser capturado pelos predadores alados,com as fragatas e albatrozes. Alimenta-se principalmente de crustáceos e outros invertebrados planctônicos.
 












      No Nordeste do país, sua pesca é realizada à noite com a utilização de lanternas e redes. Os pescadores saem à noite com suas jangadas para o alto mar, lá chegando acendem suas lanternas. Em pouco tempo começam a surgir os voadores atraídos pela luz artificial e praticamente se entregam aos pescadores, voando para cima das jangadas. Estes apenas utilizam algumas redes para capturá-los em grandes quantidades. A pesca realizada de dia usa técnica diferente de captura. Os pescadores esmagam e esfregam vísceras de peixe nas bordas das jangadas. O cheiro atrai os voadores, que saltam para dentro da embarcação. A pesca oceânica utiliza muito o voador como isca, viva ou morta, para capturar seus peixes.

REFERÊNCIAS:
Szpilman,Marcelo. Peixes marinhos do Brasil: guia prático de identificação. Rio de Janeiro; 2000. pgs: 81;134.
Freire,Adauberto Antônio Valera. Fauna Potiguar. Natal:EDUFRN,1997
Crédito das fotos: 
http://www.imr.no/tokt/toktomtaler/antarktis/toktdagbok/flygefisk_ved_undersjoisk_fjelltopp/en
http://ricardo5150.blogspot.com/2009/04/imagem-espetacular_1461.html
http://bocaberta.org/2009/06/peixes-voadores.html/peixe-voador-01
http://www.tatliaskim.com/hayvanlar-alemi/143662-iste-ucan-balik.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário