NOSSA PÁGINA

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Urtiga-branca Aosa rupestris (Gardner) Weigend ; Flora do RN

    Conhecida popularmente como Urtiga branca,entretanto para a ciência o seu nome válido é Aosa rupestris (Gardner) Weigend.  Ela pertence a família Loasaceae Juss. que esta representada por 15 gêneros e cerca de 300  espécies no mundo, com distribuição predominantemente neotropical. No Brasil está representada por apenas seis gêneros e cerca de 17 espécies. Aosa rupestris  é utilizada na medicina popular através do uso em decocto,infuso ou macerado de suas raízes é usado no tratamento de inflamações ovarianas, uterinas, prostáticas e leucorréias, e também é indicada contra problemas do sistema respiratório.
   "Caracteriza-se pelo hábito herbáceo, 0,50-1,0 m de altura, indumento com tricomas aciculares, urticantes, folhas pecioladas, lâmina membranácea, oval-elíptica, lobada, inflorescência monocasial, corola dialipétala, pétalas alvas com glândulas vináceas na base, anteras esverdeadas, ovário súpero com placentação pariental, fruto capsular subgloboso."
   Esses registros fotográficos foram feitos durante uma trilha na Serra do Cuó em Campo Grande no estado do Rio Grande do Norte em 29 de junho de 2013. Nessa área a vegetação típica é a Caatinga, os espécimes das fotos foram registradas em afloramentos rochosos no alto da Serra,sendo frequentemente encontrada em ambientes rochosos. 

Referências

Det.: J. Jardim, set.2013.

Barbosa,Danila de A. & Araujo,Nathalia D. & Agra, Maria de F. Resumo- A FAMÍLIA LOASACEAE NO CARIRI PARAIBANO: TAXONOMIA E ETNOMEDICINA. Disponível em http://www.botanica.org.br/trabalhos-cientificos/58CNBot/818.pdf Acesso em 29 de outubro de 2014.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário