NOSSA PÁGINA

domingo, 20 de novembro de 2016

Chorozinho-da-caatinga Herpsilochmus sellowi Whitney & Pacheco, 2000

   Ave conhecida popularmente como Chorozinho-da-caatinga, entretanto seu nome científico é Herpsilochmus sellowi, sendo descrita no ano 2000 pelos cientistas Bret M. Whitney e José Fernando Pacheco. 
    Ela atinge cerca de 12cm de comprimento, sendo a aparência do macho diferente da fêmea, ou seja a espécie apresenta dimorfismo sexual. Enquanto que o macho tem o dorso acinzentado e o ventre esbranquiçado, a fêmea tem o dorso oliváceo e o ventre é amarelado. Mas ambos apresentam uma pequena faixa atrás do globo ocular. Alimenta-se de insetos.
    Espécie endêmica do Brasil(só ocorre nesse país) que ocorre em toda região Nordeste do país, sendo registrada também para os estados de Tocantins e Minas Gerais. Vive na floresta da Caatinga,na Floresta Estacional Semidecídua e Decídua, na Restinga e em áreas de transição entre Caatinga e Cerrado. Suspeita-se de que as populações dessa espécie estejam em declínio devido principalmente a perda de habitat.
    Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte tenho observado essa espécie apenas na Mesorregião Leste Potiguar(maior ocorrência),sendo minhas últimas observações nos municípios de Natal,Tibau do Sul e Nísia Floresta, porém sabe-se que ela também ocorre no interior do estado.

Referências


BirdLife International. 2012. Herpsilochmus sellowi. The IUCN Red List of Threatened Species 2012: e.T22701558A39145936. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2012-1.RLTS.T22701558A39145936.en. Downloaded on 20 November 2016.

Silva, Marcelo da. Aspectos ecológicos de Herpsilochmus (Passeriformes, Thamnophilidae) no domínio da mata atlântica no Rio Grande do Norte. – Natal [RN], 2007. 62 f.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário