NOSSA PÁGINA

sábado, 29 de julho de 2017

Urubu-de-cabeça-vermelha Cathartes aura (Linnaeus, 1758)

  Ave conhecida popularmente como Urubu-de-cabeça-vermelha,Urubu-caçador, Jereba(Pará), Urubu-campeiro(Rio de Janeiro) ou Xem-xem(Pará), entretanto seu nome científico é único, Cathartes aura (Linnaeus, 1758). 
    Os adultos tem como característica distinta a coloração vermelha ou rósea da pele na cabeça e pescoço, escudo nucal branco ou amarelo, enquanto que nos jovens aquela coloração é negra. Atinge cerca de 49cm de comprimento total, envergadura de 137 a 180cm e o peso varia de 1,2 kg a 2 kg. As vezes voa próxima ao solo a procura de carniça, já que é uma espécie saprófaga e devido ao fato de ser uma das poucas aves com olfato bem desenvolvido, geralmente é a primeira espécie de urubu a chegar na carniça. Ocasionalmente pode alimentar-se de pequenos vertebrados.
    Vive em florestas, bordas de matas e campos, onde pode ser visto formando pequenos grupos ou isolados. Constroem seu ninho principalmente no solo, mas também as vezes usa ocos de árvores, onde põe dois ovos que são incubados por até 41 dias. Os filhotes são alimentos pelos pais com alimento regurgitado por eles.
    Nativa, tendo sua distribuição na América do Sul até o sul do Canadá, ocorrendo em todo o Brasil. Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte, tenho observado essa espécie em todas as mesorregiões do estado: Leste Potiguar, Agreste Potiguar,Central Potiguar e Oeste Potiguar.

Referências
FREIRE, A. A. 1999. Lista Atualizada de Aves do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte-IDEMA. 20 p.

GOP, F. Sagot-Martin. Lista I aves RN-arquipélagos extr. NE Brasil. Táxeus | Listas de espécies. 10/01/2003.

LIMA, Pedro Cerqueira. Aves do litoral norte da Bahia. – 1 ed. – Bahia: AO, 2006.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. 863p. Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Turnera melochioides Cambess.

    A Turnera melochioides  é uma planta nativa de porte subarbustivo a arbustivo que no Brasil ocorre nos biomas da Mata Atlântica, Caatinga, Cerrado e Amazônia, estando distribuída nas seguintes regiões e respectivos estados brasileiros: Norte (Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Tocantins), Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe), Centro-Oeste(Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso) e Sudeste(Minas Gerais).

Referências
Organizador Rafaela Campostrini Forzza... et al. Catálogo de plantas e fungos do Brasil, volume 2. Rio de Janeiro : Andrea Jakobsson Estúdio : Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Chorozinho-de-papo-preto Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.

Fêmea de Chorozinho-de-papo-preto Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.

    Ave conhecida popularmente como Chorozinho-de-papo-preto ou Chorozinho-sinistro, entretanto seu nome científico é único, Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.
  Um Indivíduo adulto atinge cerca de 13cm de comprimento, apresenta dimorfismo sexual, tendo o macho uma nódoa preta no peito como característica típica, enquanto a fêmea não possui, sendo seu  ventre alaranjado. Alimenta-se de maneira geral de insetos.
  "Habita a caatinga arbórea, floresta semidecídua, florestas decíduas, florestas de galeria, florestas secundárias em estágio avançado de regeneração e restinga arbórea". Ave endêmica do Brasil, tendo sua distribuição restrita até o momento aos seguintes estados do Nordeste: Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Bahia. 
  Espécie ameaçada de extinção classificada na categoria "vulnerável", devido a destruição das florestas na área de ocorrência dessa espécie, o que contribuiu para redução das populações dela, e as que restaram estão separadas devido a grande fragmentação das florestas originais. Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte, tenho observado essa espécie apenas na mesorregião Leste Potiguar.

Referências
BirdLife International. 2017. Herpsilochmus pectoralis. (amended version published in 2016) The IUCN Red List of Threatened Species 2017: e.T22701577A110860821. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2017-1.RLTS.T22701577A110860821.en. Downloaded on 12 July 2017.

FREIRE, A. A. 1999. Lista Atualizada de Aves do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte-IDEMA. 20 p.

GOP, F. Sagot-Martin. Lista I aves RN-arquipélagos extr. NE Brasil. Táxeus | Listas de espécies. 10/01/2003.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. 863p.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...