NOSSA PÁGINA

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Timbaúba Enterolobium contortisiliquum Morong. ; Flora do RN.















     Planta conhecida popularmente como Timbaúba, Tamboril, Orelha de Negro, Orelha de Macaco, Pau de sabão, Vinhatico flor de algodão, Ximbo, entre tantas denominações dadas por populações de diferentes regiões do país. Timbaúba vem de timbó-yba, a árvore de espuma, alusivo à espuma que o fruto produz. Mas cientificamente foi registrada com o nome Enterolobium contortisiliquum Morong. , tendo também sido denominada por outro cientista com o nome Mimosa contortisiliqua Vell. Espécie de porte arbóreo de grande proporções(veja a 2ªfoto e compare) , com tronco relativamente curto mais bastante espesso, medindo em média de 2 a 3m de circunferência e a copa pode se estender por uma área de aproximadamente 50m.




























     As folhas da Timbaúba são bipinadas, com os folíolos dispostos em 10-20 jugos pequenos, estas persistem por bastante tempo caindo nos meses mais frios (caducifolia). As flores são esbranquiçadas, pequenas de 4 mm., em capítulos globosos, reunidos em cachos terminais ou axilares. Seu fruto é uma vargem coriácea, dura e lenhosa, indeiscente, preta, incurvo reniforme, lenbrando uma orelha, por isso recebeu alguns nomes populares fazendo referência a este.


















      A madeira é mole, esponjosa, boa para confecção de caixotes, gamelas e cochos. Suas raízes longas e grossas servem para jangadas. O fruto é amargo e tem bastante saponina, por isso as pessoas utilizam o mesmo como sabão. O fruto também é forrageiro assim como as folhas secas. A sua propagação é feita através das sementes. Enterolobium contortisiliquum é encontrada nos biomas de Caatingas, Mata Atlântica e Campos gerais e ocorre na zona climática agreste. Sua distribução geográfica estende-se do Pará ao Uruguai e Argentina. Essa espécie foi registrada no território dos seguintes estados brasileiros: Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe, Tocantins.

REFERÊNCIAS:

Enterolobium contortisiliquum. Disponível em: http://toptropicals.com/pics/garden/m1/Podarki5/Enterolobium_contortisiliquum805_012OlgaB.jpg

Disponível em: http://www.cnip.org.br/bdpn/ficha.php?cookieBD=cnip7&taxon=3890

Renato Braga.Plantas do nordeste,especialmente do Ceará. Fortaleza:coleção mossoroense-volume XLII,1996. Pgs: 458-459.

Tamboril. Disponível em: http://www.arvores.brasil.nom.br/new/tamboril/index.htm
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...