NOSSA PÁGINA

domingo, 26 de junho de 2016

Pinhão-bravo Jatropha mollissima (Pohl) Baill

   Planta conhecida popularmente como Pinhão-bravo,Pinhão-branco entretanto seu nome científico é Jatropha mollissima (Pohl) Baill. Pertence a família Euphorbiaceae, da qual também fazem parte por exemplo a Favela(Cnidoscolus quercifolius) e a Urtiga(Cnidoscolus urens).
    Espécie de porte herbáceo a arbustivo podendo atingir 3m de altura,lactescente (leitoso), caule de casca lisa,fina e esfoliante. Suas folhas são grandes e apresentam cinco lobos com margem denteada. Ela possui flores masculinas e femininas, sendo as primeiras avermelhadas e as últimas alvo-amareladas. As flores masculinas possuem pólen e néctar enquanto que as flores femininas possuem apenas  néctar, servindo estes de alimentos para diversos insetos, como vespas, abelhas e borboletas. Floresce tanto na estação chuvosa como seca, podendo assim ser utilizada como planta ornamental. O fruto (3 cm) é um cápsula com 3 sementes e apresenta deiscência explosiva.
  O látex avermelhado que pode ser extraído do caule é empregado na "medicina popular" no combate a úlceras, além de ser usado pelas abelhas como fonte de resina. Ainda segundo a medicina tradicional o látex e as folhas atuam como cicatrizantes em cortes ou feridas e as folhas ainda tem propriedades antirreumáticas. Enquanto que o óleo extraído das sementes tem propriedade purgante, pode ser usado na fabricação de sabões, tintas, lubrificante e como combustível. Já as raízes possuem substâncias que ajudam no combate a tumores e a leucemia.
    Espécie nativa que ocorre na região Semi-árida no bioma Caatinga e na Mata de altitude.

Referências
Camila Maia-Silva...[et al.]. Guia de plantas: visitadas por abelhas na Caatinga. 1. ed. Fortaleza, CE : Editora Fundação Brasil Cidadão, 2012.

Castro, Antonio Sérgio e Arnóbio Cavalcante. Flores da caatinga. Campina Grande: Instituto Nacional do Semiárido, 2010.

Organizador Rafaela Campostrini Forzza... et al. Catálogo de plantas e fungos do Brasil, volume 2. Rio de Janeiro : Andrea Jakobsson Estúdio : Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro, 2010.

Renato Braga.Plantas do nordeste,especialmente do Ceará. Fortaleza:coleção mossoroense-volume XLII,1996. Pg. 413.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Bom Dia! como posso ter esta planta para tratar de feridas.por favor se puderem entre em contato comigo meu nome éMary meu tel 21 965431288.meu imal.marypkm@yahoo.com.br

    ResponderExcluir