NOSSA PÁGINA

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Chorozinho-de-papo-preto Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.

Fêmea de Chorozinho-de-papo-preto Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.

    Ave conhecida popularmente como Chorozinho-de-papo-preto ou Chorozinho-sinistro, entretanto seu nome científico é único, Herpsilochmus pectoralis Sclater, 1857.
  Um Indivíduo adulto atinge cerca de 13cm de comprimento, apresenta dimorfismo sexual, tendo o macho uma nódoa preta no peito como característica típica, enquanto a fêmea não possui, sendo seu  ventre alaranjado. Alimenta-se de maneira geral de insetos.
  "Habita a caatinga arbórea, floresta semidecídua, florestas decíduas, florestas de galeria, florestas secundárias em estágio avançado de regeneração e restinga arbórea". Ave endêmica do Brasil, tendo sua distribuição restrita até o momento aos seguintes estados do Nordeste: Maranhão, Rio Grande do Norte, Paraíba, Sergipe e Bahia. 
  Espécie ameaçada de extinção classificada na categoria "vulnerável", devido a destruição das florestas na área de ocorrência dessa espécie, o que contribuiu para redução das populações dela, e as que restaram estão separadas devido a grande fragmentação das florestas originais. Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte, tenho observado essa espécie apenas na mesorregião Leste Potiguar.

Referências
BirdLife International. 2017. Herpsilochmus pectoralis. (amended version published in 2016) The IUCN Red List of Threatened Species 2017: e.T22701577A110860821. http://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.2017-1.RLTS.T22701577A110860821.en. Downloaded on 12 July 2017.

FREIRE, A. A. 1999. Lista Atualizada de Aves do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte-IDEMA. 20 p.

GOP, F. Sagot-Martin. Lista I aves RN-arquipélagos extr. NE Brasil. Táxeus | Listas de espécies. 10/01/2003.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. 863p.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário