NOSSA PÁGINA

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Beija-flor-de-garganta-verde Amazilia fimbriata (Gmelin, 1788)


   Ave conhecida popularmente como Beija-flor-de-garganta-verde, entretanto seu nome científico é Amazilia fimbriata (Gmelin, 1788). 
Pertence a família Trochilidae, da qual também fazem parte por exemplo, rabo-branco-rubro(Phaethornis ruber), balança-rabo-de-bico-torto(Glaucis hirsutus) e beija-flor-de-bico-curvo(Polytmus guainumbi).
   Ocorre em todo Brasil, tanto na região litorânea do país como no interior deste, mas também é encontrada no Paraguai e Bolívia.
   Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte pude observar essa espécie até o momento apenas nas mesorregiões Agreste Potiguar e Leste Potiguar, sendo meus últimos registros nos municípios de Monte Alegre e Nísia Floresta.

BIBLIOGRAFIA

FREIRE, A. A. 1999. Lista Atualizada de Aves do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte-IDEMA. 20 p.

GOP, F. Sagot-Martin. Lista I aves RN-arquipélagos extr. NE Brasil. Táxeus | Listas de espécies. 10/01/2003.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. 863p.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Borboleta Junonia evarete (Cramer, 1779); Fauna do RN


   Borboleta conhecida popularmente como Olho-de-pavão-diurno e cientificamente recebeu o nome de Junonia evarete (Cramer, 1779). Pertence a família Nymphalidae.
Essa espécie é encontrada geralmente em áreas abertas voando rapidamente e baixo, pousando com as asas abertas sobre ervas,rocha ou diretamente no solo. 

   A fêmea fecundada geralmente procura as plantas do gênero Lantana, Stachytarpheta(exemplo: Stachytarpheta cayennensis)e Laguncularia(exemplo: Laguncularia racemosa), encontrando-as ela põe os ovos na parte inferior das folhas dessas plantas, de onde tempo depois sairão as larvas(lagartas) que se alimentarão por um certo período, em seguira "enclausuram-se" passando pelas fases de pupa(crisálida) de onde sairão posteriormente na fase final-adulta(alada) ou imago. A fêmea adulta tem cores mais fortes e também é mais agitada, enquanto que a característica distintiva do macho adulto é a presença de asa posterior azulada.

BIBLIOGRAFIA
Geraldo Salgado-Neto. LEPIDÓPTEROS DO BRASIL(Agenda de Campo). Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Saíra-amarela Tangara cayana (Linnaeus, 1766); Fauna do RN

   Ave conhecida popularmente como Saíra-amarela, Saíra-cabocla, Guriatã-do-coqueiro,Sanhaçuíra, Sanhaçu-íris, Sanhaçu-macaco, Sanhaço-caboclo, Saí-amarelo, Saí-de-asas-verdes,Cara-suja, Capelo e Frevicente, entretanto seu nome científico é Tangara cayana (Linnaeus, 1766). Pertence a família Thraupidae, da qual também fazem parte por exemplo o Sibite(Coereba flaveola), Sanhaço-de-coqueiro(Tangara palmarum) e o Galo-de-campina(Paroaria dominicana). 
  O indíviduo macho adulto se caracteriza pela plumagem de cor alaranjada na maior parte do corpo,sendo contrastada pela presença de uma máscara negra presente na garganta e na barriga, que varia entre entre as várias subespécies. Enquanto que a fêmea adulta diferencias-se do macho por ser mais pálida e não apresentar a máscara negra. Seu comprimento total é em média de 15 cm e pode pesar cerca de 20 gramas. "O ninho da espécie é em forma de tigela e a postura pode constar de três ovos pesando em média 1.9g e medindo 20 mm x 14 mm(LIMA,2006)". Alimenta-se de frutos e insetos.
   Geralmente é visto dois ou mais indivíduos na Mata Atlântica e Cerrado, em florestas abertas e matas ciliares, parques e jardins. Ocorre nos seguintes países sulamericanos: Brasil, Paraguai, Argentina, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e na Guiana Francesa.
    Durante as minhas excursões pelo estado do Rio Grande do Norte tenho observado essa espécie em grande parte do território potiguar, incluindo as mesorregiões Leste potiguar, Agreste Potiguar e Central Potiguar, sendo vista principalmente nos municípios litorâneos. As minhas últimas observações foram num fragmento de mata em Monte Alegre e em Nísia Floresta, em tabuleiros litorâneos próximo a lagoa de alcaçuz.

BIBLIOGRAFIA 

FREIRE, A. A. 1999. Lista Atualizada de Aves do Estado do Rio Grande do Norte. Natal: Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte-IDEMA. 20 p.

GOP, F. Sagot-Martin. Lista I aves RN-arquipélagos extr. NE Brasil. Táxeus | Listas de espécies. 10/01/2003.

LIMA, Pedro Cerqueira. Aves do litoral norte da Bahia. – 1 ed. – Bahia: AO, 2006.

SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997. 863p.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...