NOSSA PÁGINA

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Mandacaru Cereus jamacaru DC ; Flora do Rio Grande do Norte.





   A primeira foto foi tirada na RPPN Mata da Estrela, Baía Formosa, Rio Grande do Norte. A segunda foto foi tirada em Monte Alegre-RN numa propriedade particular.
INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE O MANDACARU(Cereus jamacarus).
O Mandacaru encontra-se amplamente distribuído na caatinga e zona do agreste do Nordeste, onde forma com outras cactáceas a paisagem típica do sertão. Atinge até 10m de altura,sendo por isso considerado um cacto gigante. Do tronco espesso e curto, saem diversos ramos que dão a planta o aspecto de um candelabro. E é exatamente por essa forma que pertence ao gênero Cereus,palavra de origem latina que significa círio,vela. Como a maioria das cactáceas, o mandacaru possui espinhos no caule, que chegam a 30cm de comprimento. As flores, grandes e brancas,abrem-se sempre à noite. Os frutos com cerca de 12cm, são vermelhos, brilhantes e comestíveis. A frutificação ocorre do mês de fevereiro a setembro.Quando jovem, o mandacaru apresenta coloração azulada, que depois se transforma num verde-acinzentado.
As plantas adultas tem o tronco bastante grosso, cujo cerne fornece lenho, aproveitado para a fabricação de telhados. Na seca, as poucas pastagens não sobrevivem à falta de água, e o gado tem que recorrer a certas espécies nativas.Uma importante fonte de água é encontrada pelo gado faminto em várias espécies de cactáceas. Esse cacto é uma das plantas suculentas aproveitadas tanto para o gado como pela população durante a seca. Os espinhos devem ser retirados, quer com o uso do fogo,quer descascando-se o caule. O mandacaru, retêm água em seus tecidos e servem como importante fonte hídrica alternativa na estação das secas.
CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA:
REINO:Plantae
FILO:Magnoliophyta
CLASSE:Magnoliopsida
ORDEM:Caryophyllales
FAMÍLIA:Cactaceae
GÊNERO:Cereus
ESPÉCIE:Cereus jamacaru DC

BIBLIOGRAFIA:
Revista Globo Rural. anoº 8 nº 87, p. 61- 63, jan. 1993.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário